Skip Ribbon Commands
Skip to main content

Notícias

Chicago

HSBC fecha com Jones Lang LaSalle maior contrato de terceirização de serviços imobiliários na área de gerenciamento de Facilities

O maior contrato de terceirização de serviços de gerenciamento de Facilities firmado por uma empresa de serviços financeiros para a gestão de seu portfólio global de aproximadamente 5,4 milhões de metros quadrados deve promover a eficiência e a uniformida


​​​A Jones Lang LaSalle (NYSE: JLL) anunciou que o HSBC a escolheu para atuar como sua única fornecedora de serviços de gerenciamento integrado de Facilities para o seu portfólio imobiliário de cerca de 5,4 milhões de metros quadrados.  É o maior contrato global de gerenciamento de Facilities já firmado entre uma empresa de serviços financeiros e uma única prestadora de serviços.

A prática de terceirizar funções imobiliárias – que não integram a atividade principal da empresa – a terceiros especializados vem aumentando nos últimos anos, na medida em que as prestadoras de serviços vêm procurando expandir suas capacidades para entregar serviços uniformes e consistentes em regiões mais amplas e as empresas vêm entendendo melhor os benefícios que a terceirização traz para a sua própria produtividade. Com sua capacidade de entregar serviços imobiliários para um portfólio global de tal magnitude e diversidade, a Jones Lang LaSalle está na dianteira da tendência global de terceirização.  A decisão pioneira do HSBC de terceirizar serviços de gerenciamento de Facilities em âmbito mundial tem por propósito aumentar a eficiência e a uniformidade operacionais de seu portfólio de 11.000 unidades espalhadas por todas as partes da América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico, Europa, Oriente Médio e África.

"A Jones Lang LaSalle e o HSBC estão empenhados em apresentar soluções inovadoras que promovam avanços no desempenho imobiliário na forma de um agente propulsor de melhorias mensuráveis em seus negócios.  Nossa equipe global está concentrada em melhorar a produtividade dos imóveis do HSBC por meio da eficiência operacional em todas as suas unidades, em âmbito global", disse Colin Dyer, presidente e CEO da Jones Lang LaSalle.

A Jones Lang LaSalle tem atuado como consultora imobiliária do HSBC na América do Norte desde 1998.  O contrato em pauta acrescenta quase quatro milhões de metros quadrados de imóveis, em âmbito global, às responsabilidades da Jones Lang LaSalle, e renova os atuais serviços contratados de gerenciamento de Facilities na América do Norte, na China, na Tailândia, no México e no Panamá.

A Jones Lang LaSalle atua também como uma das parceiras regionais de transações do HSBC para as regiões Ásia-Pacífico, América Latina e Oriente Médio-Norte da África.Para atender esse programa ampliado, a Jones Lang LaSalle implementará sua plataforma tecnológica que possibilitará ao HSBC gerenciar, comparar e fazer o benchmarking do seu desempenho de maneira consistente e uniforme em todo o seu portfólio global.

"Como as empresas estão exigindo mais consistência e controle em relação aos seus imóveis e instalações, passaram a buscar cada vez mais uma única prestadora de serviços que possa atendê-las em âmbito global", disse Jordi Martin, diretor da área de Gerenciamento Integrado de Facilities da Jones Lang LaSalle.  "O fato de o HSBC ter nos confiado a tarefa de gerenciar suas instalações em todo o mundo mostra que isso pode ser realizado e é também reflexo do nosso contínuo investimento na construção de uma plataforma global de gerenciamento de Facilities de classe internacional."

"Como os imóveis costumam ser o terceiro maior custo operacional das empresas, nossa capacidade de entregar operações mais eficientes na área dos imóveis trará benefícios para a produtividade total e o desempenho comercial do HSBC", disse Bill Thummel, diretor responsável pela área de Contas Globais da Jones Lang LaSalle.  "Nosso modelo baseado em combinar um método estratégico de gerenciamento com uma grande auto-entrega e o compromisso de dar respaldo aos objetivos de sustentabilidade do HSBC possibilita ao banco concentrar-se melhor em sua atividade principal."

"Nas Américas, alavancaremos nossas economias de escala da cadeia de fornecimento para melhorar o desempenho de 500 unidades do HSBC na América do Norte e cerca de 4.000 espalhadas por toda a América Latina", disse Tod Lickerman, CEO da divisão de Soluções Corporativas para a região das Américas.  "Esse contrato trará consistência e uniformidade para todas as unidades do HSBC localizadas nas Américas e ao redor do mundo."

A Jones Lang LaSalle formou uma equipe global integrada para o atendimento ao HSBC, composta por especialistas e liderada por Bill Thummel, juntamente com o diretor superintendente global Chris Kiernan e o diretor de operações global  Ian King, para atender as responsabilidades ora aumentadas da conta global do HSBC.

Uma das líderes no campo da terceirização imobiliária, a divisão de Soluções Corporativas da Jones Lang LaSalle ajuda as empresas a melhorarem a produtividade nas áreas de custo, eficiência e desempenho de seus portfólios imobiliários nacionais, regionais ou globais ao criar parcerias de terceirização para gerenciar e executar toda uma gama de serviços imobiliários corporativos.  Esta capacidade de entrega de serviços ajuda as empresas a melhorarem o desempenho do seu negócio, especialmente considerando que as companhias estão recorrendo à terceirização de sua atividade imobiliária como forma de gerenciar despesas e aumentar a lucratividade.      

Nota aos editores:  O portfólio de 11.000 imóveis do HSBC inclui 6.000 escritórios, sendo o restante das unidades composto de pontos de caixa eletrônico e propriedades residenciais.