Skip Ribbon Commands
Skip to main content

Notícias

São Paulo

Dia Mundial da Água: ações para uso racional de recursos hídricos devem ser constantes


​​São Paulo22 de março de 2016 – Os prédios comerciais são grandes consumidores de água e de energia. Os gastos com ambos representam 20% do custo operacional, sendo, portanto, imprescindível que as estratégias de gestão condominial contemplem o uso racional de recursos durante toda a vida útil do empreendimento.

Para Fábio Martins, diretor da área de Gerenciamento de Propriedades da JLL, a necessidade de usar racionalmente os recursos hídricos vai além da questão financeira. "Mesmo que os índices das represas tenham se restabelecido, acredito que a cultura do não desperdício foi o grande aprendizado de todos com a crise hídrica vivida nos últimos dois anos. O cenário de escassez fez com que as pessoas repensassem sobre a importância da água não só para suas vidas, mas para a cidade, para o país e para o mundo".

Para ele, os esforços para o uso racional e o não desperdício devem ser constantes. Os serviços da JLL de gestão de condomínios comerciais já preveem o uso racional de água e de energia. Os gerentes de propriedades trabalham em parceria com seus clientes para continuamente propor soluções que visam à utilização mais racional de recursos, combinadas com práticas menos agressivas ao meio ambiente, desde a concepção até a operação e manutenção de um empreendimento.

No Dia Mundial da Água, a consultoria imobiliária JLL destaca ações já implementadas nos edifícios que gerencia e que reforçam o compromisso da empresa em engajar gestores prediais e ocupantes em ações constantes para o uso racional de água.

Leia aqui o case sobre o São Paulo Corporate Towers, que mostra como tecnologia e expertise se complementam na gestão da água em um dos principais prédios comerciais da cidade de São Paulo, gerenciado pela JLL:

No Edifício Villa-Lobos, também em São Paulo, a modernização do ar condicionado reduziu o consumo de água e rendeu prêmio da Associação Brasileira de Facilities (ABRAFAC) em 2015.

____________________________________________________________________________________________________________

 

Sobre a JLL

A JLL (NYSE:JLL), empresa Fortune 500, é uma consultoria imobiliária que oferece serviços integrados para investidores, proprietários e ocupantes de imóveis comerciais que abrangem escritórios, hotéis, propriedades industriais, condomínios logísticos, propriedades do setor de

varejo, ambientes críticos e data centers, entre outros. O amplo portfólio de serviços oferecidos

pela empresa possibilita a seus clientes maximizar o valor de seus ativos por meio de aquisições, ocupação ou investimentos imobiliários.

 

Com receita global anual de honorários de US$ 5,2 bilhões, e receita bruta de US$ 6,0 bilhões, tem 230 escritórios, atua em 80 países, e sua força de trabalho global compreende 60 mil profissionais. A empresa oferece serviços imobiliários para um portfólio de 372 milhões de m² no mundo e completou US$ 138 bilhões em vendas, aquisições e transações financeiras em 2015. JLL é marca registrada da Jones Lang LaSalle Incorporated.

 

Os principais serviços oferecidos no Brasil incluem: transações (locação, vendas e investimentos), gerenciamento de propriedades, gestão de projetos e desenvolvimento, serviços de design and build, gerenciamento de facilities, serviços de manutenção e engenharia, avaliações imobiliárias, pesquisas de mercado, serviços imobiliários para varejo e consultoria hoteleira.

Para mais informações, visite o site: http://www.jll.com.br e conheça a newsletter corporativa Panorama, com as principais notícias e informações sobre o mercado imobiliário e os negócios realizados pela empresa.