Pesquisa

Indicadores positivos da Faria Lima mostram a força da região em um ano atípico | 4T 2020

Novo estoque foi responsável por injetar mais de 270 mil m² no mercado de locação.

17 de Fevereiro de 2021

Pelo terceiro período consecutivo, a taxa de vacância dos imóveis corporativos de alto padrão na cidade de São Paulo registrou crescimento. No quarto trimestre de 2020, o índice marcou 22,4%, um aumento de 3 p.p. em relação a aferição anterior, conforme aponta o estudo First Look, da JLL.

De acordo com a pesquisa da JLL, o período teve absorção líquida negativa de 25,5 mil². Entretanto, algumas regiões resistiram a este cenário e terminaram o ano com indicador positivo, como: Faria Lima (35 mil m²), Paulista (4,5 mil m²), Chácara Santo Antônio (2,6 mil m²), JK (2,2 mil m²) e Marginal Norte (0,5 mil m²). No caso da Faria Lima, o destaque ficou por conta do Birmman 32, que possui 62% de sua área pré-locada ou absorvida.

Para 2021, estão previstos mais 208,2 mil m² de novo estoque a serem entregues. O volume deve impactar a absorção e a taxa de vacância, que deve manter a tendência de aumento.

Preencha este formulário para fazer o download do relatório