Absorção bruta de escritórios de alto padrão cresce em São Paulo no segundo trimestre

Expectativa é de aumento de transações no segundo semestre do ano.

10 de Agosto de 2021

No segundo trimestre de 2021, a absorção bruta no mercado de escritórios de alto padrão na cidade de São Paulo foi de 70,3 mil m², 25% a mais do que no trimestre anterior, de acordo com o estudo First Look realizado pela JLL. A Marginal Central registrou bom volume de ocupações, assim como Dasa, Via Varejo e THB que, juntas, ocuparam mais de 19 mil m² na região, que também recebeu novo estoque.

Mais de 61 mil m² de novos espaços de alto padrão foram entregues na capital paulista. O volume, somado às devoluções registradas no período, contribuiu para o aumento da vacância, segundo o estudo. O índice atingiu 24,9%, 0,8 p.p. a mais do que no trimestre anterior.

Para Yara Matsuyama, diretora de Locação para a Divisão de Escritórios da JLL, a queda de 18% nas devoluções de espaços é um importante termômetro do mercado. “O volume de transações tem crescido e importantes negociações foram realizadas neste período. As devoluções devem continuar caindo. Vemos empresas preocupadas com fatores como localização e qualidade dos prédios para ter escritórios atuando em sua máxima eficiência e há expectativa de novos negócios para o segundo semestre”, detalha.

O preço médio pedido em São Paulo é de R$ 92,16, 6,4 p.p. a mais do que no primeiro trimestre do ano, segundo o First Look da JLL. “Os valores para ocupação variam muito entre diferentes regiões da cidade e de acordo com o perfil dos prédios. Novos empreendimentos, mais modernos e bem localizados, continuam pressionando o preço médio da cidade para cima”, explica a executiva. 

Janela de oportunidades na Faria Lima

A Faria Lima, que manteve bons índices de ocupação desde o começo da pandemia, recebeu aporte de novo estoque de mais 40 mil m² com a entrada do Faria Lima Plaza nos ativos da cidade. O volume elevou a vacância da região para 17%, aponta o estudo.

Para Yara, este é um bom momento para as empresas que sempre quiseram estar na Faria Lima, mas encontravam dificuldades. “A nova oferta de espaços abre oportunidade para novos negócios em uma região que tem alta demanda e deve registrar crescimento no volume de absorções nos próximos trimestres”, aponta. 

Acesse o estudo First Look SP do 2º trimestre de 2021 aqui.


Sobre a JLL

A JLL (NYSE: JLL) é líder na prestação de serviços imobiliários e em gestão de investimentos. Moldamos o futuro do mercado imobiliário por um mundo melhor, usando as mais avançadas tecnologias para criar oportunidades recompensadoras, espaços incríveis e soluções sustentáveis para nossos clientes, nossas pessoas e todos que nos cercam. A JLL é uma empresa Fortune 500, com receita anual de US$ 16,6 bilhões, operações em mais de 80 países e uma força de trabalho de mais de 92 mil pessoas em todo o mundo em 30 de junho de 2021. JLL é marca registrada da Jones Lang LaSalle Incorporated. JLL é marca registrada da Jones Lang LaSalle Incorporated. Para mais informações, visite jll.com